No ar 24 horas por dia

Triste fim: cidade de Nova York retira o último orelhão de suas ruas

Compartilhe!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Cabines telefônicas foram substituídas por equipamentos que oferecem Wi-Fi gratuito e outros serviços

Com o avanço da tecnologia e a popularidade dos smartphones, os telefones públicos foram entrando em desuso.

Nesta segunda-feira (23), a última cabine de telefones públicos — ou orelhões, como chamamos aqui no Brasil — da cidade de Nova York foi removida de uma rua da famosa Times Square.

Como relata o New York Post, a remoção do telefone operado por moedas marca a conclusão de um projeto da cidade de quase dez anos que tem como intuito a substituição das cabines por quiosques telefônicos mais modernos.

Esses novos equipamentos oferecem Wi-Fi gratuito, local para recarregar a bateria do seu smartphone e também chamadas domésticas e acesso a números de emergência.

eve presente na remoção do telefone público, comentou:

Não vou sentir falta de todos os barulhos de discagem mortos, mas devo dizer que senti uma pontada de nostalgia ao vê-lo ir.

A gente também!

Adeus aos telefones públicos de Nova York

A maioria dos orelhões da cidade foi enviada ao ferro-velho em 2020. Mais de 7.500 telefones públicos foram substituídos por aproximadamente 2 mil quiosques LinksNYC, projeto criado pelo consórcio CityBridge.

O último telefone a ser retirado da Times Square será enviado ao Museu da Cidade de Nova York como uma peça rara dos tempos antes de os celulares se tornarem tão populares. A exposição “Analog City: NYC BC (Before Computers)” foi inaugurada na última sexta-feira (20).

Vale destacar que ainda existem alguns orelhões particulares e quatro cabines telefônicas fechadas que foram salvas permanentemente da remoção ao longo da West End Avenue, no Upper West Side.

Confira abaixo alguns registros da remoção do último telefone público da cidade de Nova York.

TMDQA.